Página Inicial / Multimídia/ Notícias/ Começa mais uma edição do Salão Anapolino de Arte

ImprimirImprimir

Tamanho da fonte fonte fonte

29/08/2017 17h08 - Atualizado em 29/08/2017 17h16

Começa mais uma edição do Salão Anapolino de Arte

Mostra reúne artistas de várias regiões e fica aberta até outubro, na Galeria de Artes Antônio Sibasolly

Rei Souza, Helô Sanvoy, Bruno Faria e Daniel Jablonski – os dois primeiros de Goiás e os demais de São Paulo – são os artistas premiados no 23º Salão Anapolino de Arte. O Prêmio Curadoria ficou com o goiano Divino Sobral. Os nomes dos vencedores foram anunciados na noite de sábado, 26, durante o coquetel de lançamento da mostra, na Galeria de Artes Antônio Sibadolly. Os trabalhos são os melhores dentre os 20 selecionados nesta edição. Vale ressaltar que foram mais de 700 inscrições, vindas de todas as partes do Brasil. Os vencedores recebem prêmio no valor R$ 10 mil cada um, mais uma ajuda de custo de R$ 1 mil.

A exposição fica aberta ao público até 28 de outubro, das 8h às 12h e das 14h às 18h, com trabalhos de Antônio Obá, Bruno Drolshagen, Bruno Faria, Célio Celestino, Daniel Jablonski, Daniel Moreira, David Magila, Felipe Seixas, Gabriel Bicho, Gilson Andrade, Helô Sanvoy, João Maciel, Karina Felipe, Manoela Medeiros, Raquel Versieux, Rei Souza, Rondinelli Linhares, Rubens Pileggi, Sani Guerra e Virgílio Neto. A curadoria do Salão é do coordenador da Galeria Antônio Sibasolly, Paulo Henrique Silva.

Realização da Prefeitura/Secretaria Municipal de Cultura, e da Associação de Amigos da Galeria de Artes Antônio Sibasolly, com recursos do Fundo de Arte e Cultura do Estado de Goiás 2016, o 23º Salão Anapolino oferece uma programação que vai além da mostra principal, se estendendo até o próximo ano com a realização de ações educativas – que vão alcançar cerca de cinco mil estudantes de escolas da cidade e de municípios próximos -, oficinas, mesa redonda e exposição coletiva com trabalhos somente dos artistas premiados.

A exposição

A mostra apresenta um grupo de 20 artistas. Oito deles utilizam uma das mídias mais relevantes e difundidas na segunda metade do século XX e início do XXI - a instalação - que continua se reinventado por meio de hibridações das linguagens e procedimentos plásticos. Neste segmento estão os trabalhos de Bruno Faria, Felipe Seixas, Hêlo Sanvoy, Karina Felipe, Manoela Medeiros, Raquel Versieux, Rondinelli Linhares e Rubens Pileggi.

Nesta edição, seis artistas lidam com questões relacionadas, especificamente, com a artesania, perpassando pelas mídias do desenho, da pintura e da escultura. Nesse grupo são apresentadas as obras de Antônio Obá, Bruno Drolshagen, David Magila, João Maciel, Sani Guerra e Virgílio Neto.

O terceiro agrupamento de artistas lança mão da fotografia, em seus múltiplos desdobramentos, para dialogarem com o mundo abordando questões urbanas, sociais e filosóficas. Apresentam-se, aqui, os trabalhos de Célio Celestino, Gabriel Bicho e Rei Souza, além das obras de Daniel Moreira e Daniel Jablonski - objetos e instalações - que têm como base a fotografia para a produção de suas narrativas poéticas.

Completando o grupo, apresenta-se Gilson Andrade, jovem artista emergente, que participa do Salão com performance, mídia selecionada e apresentada pela primeira vez na história do Salão Anapolino de Arte.

Homenagem

Desde o ano passado, a organização do Salão decidiu incorporar à programação de abertura do evento uma sessão de homenagem aos artistas anapolinos. No 22º Salão Anapolino a escolhida para receber esse reconhecimento foi Zeneide Lucena e, neste ano, o homenageado foi Erasmo Mageri, cujas limitações físicas nunca se interpuseram como obstáculo em seu caminho. Aos 55 anos é um artista reconhecido pela crítica e colecionadores de obras de arte. Realizou inúmeras exposições individuais e coletivas em todo o estado de Goiás. O artista plástico é primoroso em sua técnica "acrílico sobre papel e tela" e desenvolve um trabalho de arte sacra, destacando-se São Francisco de Assis e a Santa Ceia, além de outros temas como autorretratos e cavalos.